10/12/2015

Oi gente, tudo bem?

Aqui no blog tem uma recetinha já de hamburguer de grão de bico, (Clique aqui para ver), porém eu fiz uma nova receita esses dias, e modifiquei um pouco os ingredientes e resolvi gravar um vídeo pra facilitar.

Se quiser aprender, clica no vídeo abaixo, e não esqueça de se inscrever no canal para saber das novidades primeiro.

Até logo!
bjus

Compartilhe com os amigos:
Comentários 0

Leia Também

  • Proteína texturizada de soja
  • Escondidinho de abóbora e carne – fácil e simples
  • Espaguete de chuchu
  • 04/12/2015

    Ufa, enfim estou escrevendo este post para comemorar! o/

    Mais uma etapa vencida na minha vida, agora falta o último semestre da faculdade, apenas mais 6 meses e finalmente vou realizar um grande sonho, ser Nutricionista, nem acredito!

    Hoje apresentei a primeira etapa do meu Trabalho de Conclusão de Curso, com um tema que eu realmente gostaria de tratar, mas confesso que tinha um certo receio por ser um assunto pouco explorado até o momento.

    tcc_coramax
    Meu tema é sobre a Influência do Vegetarianismo para o Desempenho Esportivo. Um tema que muito me interessa por achar que realmente há uma tendência mundial para a prática do vegetarianismo, e aliar isso a Nutrição Esportiva faz mesmo meu coração bater mais forte. Tenho uma orientadora e Dra. na área esportiva para me auxiliar, então acredito que estou em boas mãos e no caminho certo para desenvolver um bom trabalho. Para mim, o esporte, seja ele qual for, deveria ser parte da vida de todo mundo. Aos poucos, com o aumento da expectativa de vida e longevidade também acredito que muitas pesssoas estejam se preocupando mais com isso, não de forma estética, mas de qualidade de vida mesmo.


    E eu não sou vegetariana, mas admiro e tenho simpatia sim por este estilo de vida, que demonstra muito amor a todas as formas de vida, e ao meu ver tem muito mais a ver com o respeito ao meio ambiente. O que seria do nosso mundo se não fossem os vegetarianos e as pessoas que se preocupam com a vida dos animais, em todas as suas espécies? Devemos a eles sim, com certeza gratidão por se abdicarem disso, para que nosso planeta ainda não tenha entrado em colapso.

    Hoje vejo muitas crianças que já não querem comer carnes simplesmente porque não gostam, e acredito que como profissional da área da saúde no futuro é meu dever adequar e balancear a dieta para todos os estilos de vida respeitando não só a individualidade bioquímica de cada um, mas também suas crenças e valores. Por isso, eu abracei esse tema com tanto carinho.

    E hoje depois da apresentação, fiquei muito feliz, pois a minha coordenadora de curso e membro da banca, profissional competentíssima em sua área, adorou o meu tema e inclusive sugeriu que eu fizesse um trabalho de campo, já que as pesquisas nesta área são muito escassas e o meu trabalho até o momento foi revisão bibliográfica. Eu fique feliz demais por isso e realmente vou me esforçar para tentar fazer então a coleta de dados para tal.

    Eu já havia pensado nessa possibilidade no início, mas este ano de 2015 foi muito corrido, muitas emoções, problemas dos quais não quero ficar comentando aqui porque acho que dificuldades na vida todo mundo tem. E o meu trabalho aqui é motivá-los e não ficar lamentando, certo? Ninguém gosta de ficar vendo tragédias da vida alheia, estamos aqui para somar, para ensinar e aprender a ser melhores, e isso só funciona quando cada ser humano doa o seu melhor. Ao menos é assim que eu penso e gosto de levar a vida.

    Meus próximos 6 meses serão de muito trabalho com certeza, mas estou feliz, sinto-me no caminho certo, na direção que tanto sonhei profissionalmente e sempre passo aqui para atualizá-los, para saberem que assim que tudo isso acabar nosso blog volta a todo vapor. Eu tenho mil projetos para o blog e para o nosso canal também, mas tudo tem sua hora, e meu tempo agora é mesmo de dedicação à faculdade nessa reta final. Depois, só alegria!!

    Um grande bju

    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Abobrinha refogada com cenoura
  • Proteína texturizada de soja
  • Nova academia
  • 05/04/2015

    Oi amores, quanto tempo né? Eu sumi sim, mas é porque eu estava de férias, e achei até que ia ter mais tempo pra escrever aqui, só que não foi o que aconteceu.

    Estive envolvida com alguns assuntos pessoais e aproveitei o tempo em casa pra resolver, e na última semana eu viajei um pouco pra finalmente descansar.
    Mas de volta a vida normal, trouxe essa receita que já fazia um tempo que estava devendo. 
    É uma junção de duas coisas deliciosas (na minha opinião), macarrão e shitake. Eu nunca tinha comprado shitake pra fazer em casa, e achei relativamente fácil.

    Anota aí os ingredientes:


    1 pacote de shitake desidratado (50g);
    1/2 cebola roxa picada;
    3 colheres de sopa de alho poró picado;
    1 dente de alho pequeno;
    1 colher se sopa rasa de manteiga;
    1 tomate picado sems sementes;
    1 xícara de água de descanso do shitake;
    azeite a gosto;
    Sal a gosto;
    Pimenta do reino a gosto;
    Macarrão cozido na quantidade que preferir. Aqui eu usei metade de um pacote (250g).

    Modo de fazer:

    Coloque o shitake de molho em água quente e deixe descansar por 20 ou 30 minutos. Depois escorra a água e reserve uma xícara dessa água do shitake como na foto.


    Refogue a cebola na manteiga, e quando ela começar a secar, adicione azeite numa quantidade suficiente para continuar o cozimento, mas sem encharcar.
    Depois junte o tomate e em seguida o shitake, o alho poró e refogue mexendo. Depois a tendência do cogumelo é secar, neste momento, você adiciona a xícara de água, tampe a panela e mexa de vez em quando. 


    Antes da água secar completamente, junte o macarrão já escorrido e acerte o sal se necessário.
    Na hora de servir, regue com um fio de azeite e enfeite com salsinha. 



    Sirva imediatamente!

    bjaum

    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Salada cremosa de ovo cozido
  • Macarrão de abobrinha – Vídeo
  • Espaguete de chuchu
  • 05/02/2015

    Oi galera, tudo bem por aí?

    Hoje a receita vai ser um pouquinho diferente, digamos assim, mais gordinha, o que não quer dizer que não é muito nutritiva.

    E a única coisa na verdade que você deveria fazer para deixá-la com mais cara de refeição completa, com mais fibras, é substituir o macarrão de farinha branca pelo integral.
    Aqui eu não tinha, e quis aproveitar esses pequenininhos de sopa, e pra falar a verdade, eu amo muito também rs.

    O Shimeji é um cogumelo super proteico delicioso rico em vitaminas e com a vantagem de não ter a gordura da carne.


    Então aqui eu não quis usar shoyu pra deixá-lo mais magrinho e saudável. Chega de papo e bora pra receita.

    Anota aí:

    1 bandejinha de shimeji;
    1/2 cebola roxa picada;
    3 colheres de sopa de alho poró picado;
    1 dente de alho pequeno;
    1 colher se sopa rasa de manteiga;
    azeite a gosto;
    Sal a gosto;
    Pimenta do reino a gosto;
    Macarrão cozido na quantidade que preferir. Tente apenas medir a proporção  para não ser muito maior que a de shimeji, pra não ficar com aquela sensação de que o cogumelo passou por ali e deixou só um cheirinho rsrs.

    Modo de fazer:

    Refogue a cebola na manteiga, e quando ela começar a secar, adicione azeite numa quantidade suficiente para continuar o cozimento, mas sem encharcar.
    Depois junte o shimeji, adicione o sal, a pimenta do reino e o alho poró e refogue mexendo, até soltar uma água, própria do cogumelo. Tampe a panela e mexa de vez em quando. Antes da água secar completamente, junte o macarrão já escorrido e acerte o sal se necessário.
    Na hora de servir, regue com um fio de azeite e enfeite com majericão. Sirva imediatamente.

    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Risoto integral com Biomassa
  • Frango grelhado douradinho
  • Berinjela refogada com frango desfiado
  • 03/02/2015

    Essa sopinha é uma boa opção para veganos, vegetarianos e os simpatizantes dessa culinária.
    Fiz na panela elétrica, aquela de cozinhar arroz, porque acho prático, mas quem quiser pode fazer no fogão, normal.

    Ingredientes:
    1 batata inglesa media picada;
    1 cenoura picada;
    1 xícara de proteína de soja em pedaços;
    Suco de ½ limão;
    1 xícara de lentilha;
    1/3 de xícara de ervilha (fresca/congelada);
    Temperos: sal, açafrão, pimenta do reino, cebola, alho e salsa desidratados;
    Manjericão e salsinha para decorar no final.
    Modo de fazer
    Coloque a soja em água fervida com limão e deixe de molho por uns 10 minutos. Depois escorra, lave bem, esprema e reserve.
    Na panela de arroz, misture todos os outros ingredientes, exceto as ervilhas que vão por último. 
    Cubra com água suficiente para uma sopa. Ligue a penela na função cozinhar e após uns 5 minutos, adicione a soja.
    Espere a lentilha cozinhar (é a que demora mais de todos os outros). Experimente, acerte os temperos e sirva decorando com manjericão e salsinha.

    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Filé mignon ao molho de tomate
  • Biomassa de banana verde
  • Hambúrguer de soja
  • 02/02/2015
    Oi galera, tudo bem?
    Essa mistura parece mais uma maionese, só que mais proteica e magrinha. Posso chamar de maionese fake rs. Mas não importa o nome, e sim que na minha opinião, ficou gostosa. 
    É boa para quem gosta de ovo, e também para quem não come carne, como vegetarianos por exemplo.
    Anota aí:

    3 ovos cozidos e picados;
    3 colheres de sopa de ervilhas frescas (congelada);
    4 a 5 gotas de suco de limão;
    Salsinha e manjericão frescos;
    sal;
    2 colheres de sopa de requeijão light (ou o que preferir).

    Modo de fazer:
    Misture os ingredientes delicadamente, para não quebrar tanto a gema do ovo, deixando por último o requeijão.

    Sirva gelada com os acompanhamentos de sua preferência.

    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Macarrão de abobrinha – Vídeo
  • Peixe assado no papel alumínio
  • Risoto fake de camarão
  • 07/01/2015

    Oi genteee, tudo bem por aí?

    Como eu disse pra vocês neste post AQUI, depois da comilança do Natal e Ano novo, nos dias seguintes tento manter uma alimentação mais limpa com mais legumes, verduras e frutas pra dar um descanso e um help pro corpitcho.

    E certamente não me privo das delícias que a família e os amigos fazem com tanto carinho uma única vez no ano. Como já estamos carecas de saber, o que engorda a gente mesmo, é o que comemos entre o Ano Novo e o próximo Natal, e não nas últimas duas semanas do ano.

    Bom, essa receitinha é  simples e muito leve, anota aí:


    Legumes já cozidos no vapor que usei na quantidade que quiser:

    Abobrinha picada;
    chuchu;
    couve-flor;
    brócolis;
    cenoura.

    Outros ingredientes:

    Muçarela de Búfala;
    alho Poró;
    sal;
    pimenta do reino;
    salsinha;
    muçarela.

    Modo de fazer:

    Unte uma pequena forminha com óleo de coco e reserve. Junte todos os ingredientes, exceto a muçarela que irá por cima para fazer o acabamento, como na foto.

    Acomode os legumes na forma, coloque muçarela no meio e por cima e leve na Air Fryer por 10 minutos.

    Sirva imediatamente.

    bjaum

    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Sopa de lentilha com soja
  • Picolé de banana
  • Abóbora com couve
  • 06/10/2014
    Nham, que delícia de receita! E uma boa opção para os vegetarianos. Podemos usar esse molho como “bolonhesa” para o macarrão de quem não come carne.  
    Ingredientes:
    1 xícara de proteína texturizada de soja;
    3 xícaras de água morna;
    1 limão;
    2 dentes de alho;
    1 colher de sopa de pimentão amarelo;
    1 colher de sopa de azeite ou óleo de sua preferência para refogar o alho;
    1 colher de sopa de cebolinha picada;
    4 colheres de sopa de couve manteiga (opcional);
    2 colheres de sopa de palmito picado;
    1 pacote de molho pronto de tomate (eu usei light,porque tem menos sódio);
    Temperos: sal, manjericão, pimenta do reino e uma pitada leve de sal.
    Modo de fazer:
    Coloque a soja em imersão na água morna, com o suco de limão. Deixe por aproximadamente 20 minutos. Escorra, lave, e esprema bem e reserve.
    Refogue o alho e o pimentão no azeite, depois junte a proteína e os outros ingredientes, exceto o molho.
    Mexa um pouco e depois adicione o molho de tomate e uma xícara de água para não ficar muito grosso.
    Deixe apurar um pouco, desligue e sirva em seguida, com arroz ou uma massa.
    Bom apetite!
    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Arroz com abobrinha
  • Pão de Micro…várias versões
  • Carne moída com quiabo
  • 02/10/2014

    Oi gente!

    Essa receita é a mais simples possível, e na verdade não tem nada de especial. Mas resolvi postar, para que possam ver mais uma opção de como fazer os legumes variando e misturando outros ingredientes ou verduras.


    Ingredientes:

    2 xícaras de abóbora cabotia ou japonesa;
    1 dente de alho;
    1 colher de sopa de azeite ou óleo de sua preferência para refogar o alho;
    1 xícara de couve manteiga cortada;
    Temperos: sal, pimenta do reino e uma pitada de orégano;
    1/2 xícara de água;

    Modo de fazer:

    Frite o alho, junte a abóbora, os temperos e a água e em por último a couve. Depois tampe a panela e mexa de vez em quando até a abóbora estar macia.
    É importante verificar a cada minuto, pois cozinha rápido e se a água secar por completo por muito tempo sem mexer, poderá queimar.

    bjus

    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Quiabo com frango desfiado
  • Danoninho light de ricota
  • Cuscuz Paulista
  • 29/09/2014
    Serei bem sincera com vocês. Esta receita foi a mais trabalhosa que já fiz até hoje. Não pelo tempo de preparo ou porque a receita é mirabolante, ao contrário, seria bem fácil se a união dos ingredientes tivessem dado logo o ponto.

    O problema é que no lugar da farinha de trigo eu quis usar farinha de aveia, e por isso tive esse problema de não atingir o ponto de modelar.
    Mas vou postar mesmo assim, pra vocês saberem que nem tudo são flores por aqui. E porque se você substituir por farinha de trigo (apenas 3 colheres), pode ser que tenha mais sorte do que eu.
    Além do mais, o sabor ficou tão bom, que eu não podia deixar de compartilhar. 😉
    Ingredientes:
    1 xícara de proteína texturizada de soja;
    3 xícaras de água morna;
    1 limão;
    1 colher de sopa de cebola picadinha;
    Temperos desidratados: alho, pimenta do reino, uma pitada de gengibre em pó;
    Sal a gosto;
    2 colheres de sopa de salsinha e cebolinha picada;
    1 ovo;
    7 colheres de sopa de farinha de aveia;
    3 colheres de sopa de linhaça.
    Modo de fazer:
    Coloque a soja em imersão na água morna, juntamente com o suco de limão. Deixe por aproximadamente 20 minutos. Escorra, lave, e esprema bem.
    Numa travessa coloque a soja já escorrida, adicione os temperos, o ovo, a farinha de linhaça e por último vá acrescentando a farinha de aveia (e aqui você pode usar de trigo, talvez seja mais fácil), no entanto, adicione apenas 3 e veja o ponto. Se não der, vá adicionando o restante aos poucos. No meu caso, cheguei a 7 colheres.
    Depois, molde os hambúrgueres com as mãos, e foi neste ponto que eu tive muito trabalho, tive que fazer com a ajuda de um garfo, pois a massa não ficou no ponto de fazer bolinhas.
    Acomode os hamburgueres prontos em plástico filme, um por um, e leve ao freezer para congelar. Depois de congelado, é só fritar ou assar. Eu fiz grelhado com um pouco de azeite.
    Despois de prontos ficaram muito gostosos, mas não sei mesmo se o trabalho compensa. Bem diferente do hambúrguer de grão de bico que já postei aqui, que o nível de trabalheira é bem mais fácil.
    Mas tá aí pra quem quiser tentar! Rs

    Bjus
    Compartilhe com os amigos:
    Comentários 0

    Leia Também

  • Macarrão (fake) de Abobrinha
  • Mingau de aveia e cacau
  • Proteína de soja ao molho de tomate